MPB - 01

07:01h / 09:00h

 

MPB - 01

07:01h / 09:00h

visitante Nº 1088532

 
 

MPB - 01

07:01h / 09:00h

 

MPB - 01

07:01h / 09:00h

FutRetrô - Há exatos nove anos, o Império do Amor comandava uma virada histórica no Fla x Flu

31/1/2019

FutRetrô - Há exatos nove anos, o Império do Amor comandava uma virada histórica no Fla x Flu

Após ir para o vestiário depois do primeiro tempo perdendo por 3 a 1, rubro-negro voltou melhor na segunda etapa e, mesmo com um jogador a menos, virou para 5 a 3

O Flamengo venceu um Fla-Flu histórico pela Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Depois de fazer um primeiro tempo medíocre e sair perdendo por 3 a 1 no intervalo, os comandados de Andrade fizeram uma grande partida na etapa final e venceram o clássico por 5 a 3.

O destaque ficou por conta do Imperador Adriano, autor de três gols no duelo, realizado no Maracanã. Vágner Love e Kléberson marcaram os outros gols rubro-negros, enquanto Alan, Conca e Cássio fizeram para o Tricolor.

O jogo

Com Fierro improvisado na lateral direita e Juan longe de sua melhor forma, o Fla não tinha suas laterais bem guarnecidas como de hábito. Além disso, pelo meio, somente Toró fazia o trabalho de contenção. O Flu, por sua vez, exibia um bom trabalho de conjunto, com todos os jogadores ajudando na marcação.

A fragilidade defensiva rubro-negra não demorou a causar prejuízo ao time do técnico Andrade. Aos treze minutos, Diguinho avançou pelo meio e tocou para Alan, que estava atrás da zaga mas com Juan dando condições. O atacante recebeu e chutou da entrada da área no canto direito de Bruno: 1 a 0.

O ataque do Fluminense continuava a botar a defesa do Fla na roda e o clássico parecia que terminaria em goleada. Aos 38, Alan é lançado na área e o árbitro marca pênalti de Ronaldo Angelim por derrubar o atacante. Aos 40, Conca cobra e aumenta a vantagem.

Três minutos depois, porém, o rubro-negro deu sinal de vida na partida. Diguinho derrubou Juan na área com um carrinho e o pênalti foi marcado. Adriano foi para a cobrança e goleiro de um lado e bola do outro: 2 a 1.

Mas o Flu não deu por encerrado o primeiro tempo antes do apito. Aos 45, Conca cobrou escanteio, Alan escorou de cabeça e Cássio completou para as redes, deixando mais complicada a vida do adversário.

O técnico Andrade foi decisivo no intervalo e fez duas alterações de uma vez. Tirou Petkovic e Fernando e colocou Vinicius Pacheco e Williams.

A mexida mudou o jogo. Com mais poder de marcação, o ataque rubro-negro fez a diferença e a equipe da Gávea assumiu o controle do jogo, e antes dos dez minutos chegou ao empate.

Aos sete, Williams levanta na área, Adriano ganha na cabeça e a bola chega a Vagner Love, que não vacila e deixa o seu.

Dois minutos depois, Vinicius Pacheco foi à linha de fundo, cruzou para Kléberson bater no canto direito de Rafael: 3 a 3.

O Fla continuava melhor e a virada parecia perto, mas aos 16, Álvaro faz falta violenta e leva o vermelho, deixando o time com dez em campo. Mas a desvantagem numérica não abalou a equipe da Gávea, que continuou melhor arrumado em campo e contra-atacando em velocidade.

A virada veio aos 36, tabela de Vagner Love e Vinicius Pacheco, que achou Adriano livre na área. O Imperador empurrou para as redes e colocou o Fla na frente.

E não foi só isso, a chuva de gols continuou aos 44. Adriano foi lançado no meio campo e partiu em velocidade em direção a área, passou pelo goleiro e fechou o placar: 5 a 3.

FICHA TÉCNICA: FLAMENGO 5 X 3 FLUMINENSE 

Local: Estádio Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ) 

Data: 31 de janeiro de 2010, domingo 
Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique 
Assistentes: Dibert Moises e Luis Antonio Oliveira 
Cartões amarelos: Juan, Álvaro, Ronaldo Angelim, Williams (Flamengo); Cássio, Ewerton, Diguinho, Júlio César, Conca (Fluminense) 
Cartão vermelho: Álvaro (Flamengo)

Gols:

FLUMINENSE: Alan, aos 13, Conca, aos 40, e Cássio, aos 45 minutos do primeiro tempo;

FLAMENGO: Adriano, aos 43 minutos do primeiro tempo, aos 36 minutos do segundo tempo e aos 44 minutos do segundo tempo; Vagner Love, aos sete minutos do segundo tempo, Kleberson, aos nove minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Bruno, Fierro (David) , Álvaro, Ronaldo Angelim e Juan; Fernando (Williams), Toró, Kléberson e Petkovic (Vinicius Pacheco); Adriano e Vagner Love 
Técnico: Andrade

FLUMINENSE: Rafael, Gum, Leandro Euzébio e Cássio (Kieza); Mariano, Diguinho, Ewerton, Conca e Júlio César (Marquinho); Maicon (Williams) e Alan 
Técnico: Cuca

Fonte: Gandula FC - Luis Otávio Oliveira 

VOLTAR

Mensagem enviada com Sucesso!


Fechar