Sem programação

 

Sem programação

visitante Nº 415805

 
 

Sem programação

 

Sem programação

Brasil Vence o México e avança rumo ao Hexa

2/7/2018

Brasil Vence o México e avança rumo ao Hexa

A seleção brasileira encontrou um adversário difícil e ousado, mas venceu o México por 2 a 0 e avançou às quartas de final da Copa do Mundo. Neymar abriu o placar e Firmino, já nos minutos finais, garantiu a classificação. O Brasil espera o vencedor de Bélgica e Japão, que se enfrentam ainda hoje, em Rostov. Foi a partida mais dura da seleção brasileira até agora. O México não esperou o Brasil; começou o jogo pressionando, marcando o Brasil na frente e dificultando a saída de bola. O sistema defensivo brasileiro, no entanto, fez uma partida segura e, apesar dos 30 minutos iniciais de pressão, a bola quase não chegou ao goleiro Alisson. A partida marcou ainda o despertar de Willian. O meio campista fazia uma Copa apagada até o final do primeiro tempo de hoje. Na segunda etapa, finalmente fez o que se esperava dele. 


Neymar marcou o primeiro gol do Brasil. Foto: Lucas Figueiredo / CBFFoi duro, mas o Brasil venceu o México por 2 a 0 na Arena Samara e classificou para as quartas de final da Copa do Mundo. Os gols foram marcados por Neymar, aos 6, e Firmino, aos 43 minutos, ambos no segundo tempo. O resultado manteve a escrita da Seleção Brasileira de nunca ter perdido e nem ter levado gol do México. O adversário do Brasil nas quartas será o ganhador do confronto entre Bélgica e Japão, que jogam na Arena Rostov às 15h desta terça-feira.
A vitória brasileira foi construída com um futebol bem jogado na segunda etapa e com Neymar em grande jornada. O craque brasileiro, o jogador de quem mais se espera, voltou a fazer uma grande partida. De novo, ele foi caçado em campo, mas desta vez resolveu responder com a bola no pé. Foi dele o primeiro gol e foi dele a assistência para o segundo.
O México começou bem a partida. Os mexicanos passaram a maior parte dos primeiros 20 minutos no campo ofensivo, empurrando as linhas de defesa do Brasil. A jogada preferida do time era com Vela pelo lado esquerdo, o que exigiu muito de Fagner. A defesa do Brasil mais uma vez esteve segura, muito pela liderança de Thiago Silva. Além de impecável na marcação e no desarme, o capitão do Brasil em Samara orientou o posicionamento dos jogadores de defesa e, eventualmente, ainda foi para a área adversária tentar o gol em bolas paradas.
Percebendo o problema, Tite mudou o esquema da Seleção para um 4-4-2 e o Brasil melhorou, tomou o controle do jogo e teve oportunidades até para abrir o placar, mas esbarrou no goleiro Ochoa, em mais uma grande atuação. Neymar obrigou Ochoa a boa defesa aos 24, Coutinho chutou com perigo aos 26 e Gabriel Jesus teve sua chance aos 32, sem sucesso.
No segundo tempo, o confronto manteve a mesma tônica do fim da primeira etapa. Brasil pressionando e criando oportunidades, até que aos 6 minutos, após passe de calcanhar de Neymar, Willian invadiu a área e cruzou para o camisa 10 completar de carrinho e abrir o placar. A Seleção continuou apertando, mas voltou a encontrar um Ochoa inspirado. Aos 15, Casemiro fez falta e recebeu o cartão amarelo. Foi o segundo do volante na Copa, que desfalca o Brasil nas quartas de final. Só aos 43 minutos da etapa final, Neymar entrou na área, tocou de bico na saída do goleiro, e Firmino, que tinha entrado há pouco, apenas teve o trabalho de empurrar para o gol.
Agora, contra o vencedor do duelo entre belgas e japoneses, o Brasil voltará a campo na próxima sexta-feira, às 15h (de Brasília), em Kazan.

VOLTAR

Mensagem enviada com Sucesso!


Fechar